Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
Governador apresenta situação financeira de Santa Catarina
Geral | 14/09/2018 07:04 | ACAERT | Fotos: ACAERT

(13/09) Pinho Moreira lamenta ausência de propostas dos candidatos 

A real situação do Estado de Santa Catarina foi apresentada nesta quinta-feira, pelo governador Eduardo Pinho Moreira, num encontro com a imprensa na sede da Acif, a Associação Comercial e Industrial de Florianópolis. Participaram da apresentação dirigentes da ACAERT, Adjori e ADI. 

Uma dívida pública, que soma mais de R$ 19 milhões em empréstimos bancários a serem pagos. Déficit previdenciário superior a R$ 3 milhões por ano, que vem sendo bancado pelos cofres estaduais. Folha de pagamento batendo no limite legal. Estado com o quarto maior número de inativos em comparação com os servidores na ativa. Foram alguns destaques da apresentação. 

Pinho Moreira Moreira admitiu ainda que a gestão será encerrada neste ano, sem cumprir a lei de responsabilidade fiscal. Especialmente por dívidas da área da Saúde e do Sistema Prisional. Para sobrar mais dinheiro para o Executivo, que hoje não fica praticamente nem com 1% da receita para novos investimentos, Pinho Moreira considerou importante se discutir os percentuais dos repasses obrigatórios para Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas e Udesc. 

O governador Eduardo Pinho Moreira, destacou ainda que o próximo chefe do executivo estadual, assumirá com R$ 723 milhões em financiamento aprovado pelo BNDES. No entanto, vai precisar resolver com o Tesouro Nacional, uma divergência de entendimento existente com o Tribunal de Contas do Estado. Aqui, o TCE aceita não considerar para o cálculo da folha de pagamento a defensoria pública, já o tesouro nacional leva esse e outros itens em consideração, o que compromete mais de 50% da receita em pagamento de salários. 

Pinho Moreira explicou ainda que desde 2016 o estado não tinha certidão negativa por falta de pagamento de precatórios, e que há 15 dias  a situação foi regularizada e repasses federais que estavam bloqueados, já podem ser feitos. O governador anunciou ainda que mais uma parcela do decimo terceiro dos servidores públicos será depositada neste mês. A gratificação natalina entra na conta no dia 18 de setembro, injetando na economia do Estado cerca de 200 milhoes de reais.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua José Gonçalves, 333 - Lucena - Itaiópolis - Santa Catarina - 89340-000 - 89340-000 - Fone/Fax: 3652.2279 - E-mail: comercial@cidade1380.am.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.