Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
Saiba como estão os acessos às praias do Norte de SC
Trânsito | 28/12/2018 09:52 | AN | Fotos: AN

O fim do ano, com as férias de verão e o feriado de Ano-Novo, são sinônimo de lentidão e filas nos acessos às praias do Litoral Norte de Santa Catarina. A alta concentração de veículos nas rodovias já começou nesta semana, mas irá crescer nesta sexta-feira e alcançar o ápice na segunda-feira, 31.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a expectativa é de um aumento de 30 a 50% no fluxo de veículos na BR-101 e na BR-280 nesta sexta-feira e de até 100% em relação aos outros dias do ano na segunda-feira, principalmente na rodovia que leva a São Francisco do Sul e Barra do Sul.

A Arteris Litoral Sul, concessionária que administra o trecho Norte da BR-101, estima que mais de 72 mil veículos passariam neste período pelo pedágio de Araquari, um aumento de 131% em relação aos outros períodos do ano.

— O número de veículos está crescendo à medida que o dia 31 se aproxima, com muitos turistas chegando, principalmente do Paraná. A partir de agora, todos os fins de semana serão de muito movimento — afirma o inspetor da PRF de Santa Catarina, Adriano Fiamoncini.

Ele informa que os principais pontos de congestionamento são na BR-280 e no trecho da BR-101 perto de Piçarras, causado pelo movimento no acesso a Balneário Camboriú — a cidade tem população estimada de 138 mil habitantes e, neste período, recebe mais de 1 milhão de habitantes.

Das duas rodovias federais que os motoristas mais utilizam para acessar o Litoral Norte, apenas a BR-101 tem pista dupla. As obras de duplicação na BR-280 foram retomadas no segundo semestre deste ano, mas ainda estão longe de influenciar positivamente no tráfego durante o verão. Ontem de manhã, alguns acidentes sem gravidade e o alto fluxo de veículos causaram congestionamento de 30 quilômetros na BR-280.

A novidade neste verão para quem vai para as praias de São Francisco do Sul e Balneário Barra do Sul, e para a Barra do Itapocu, em Araquari, são os acessos alternativos às rodovias federais. A Estrada Geral do Itapocu e a Estrada Rio do Morro, que funcionam como atalhos e permitem que o motorista "fuja" do congestionamento da BR-280, estão em fase final de obras mas já apresentam boas condições para circulação.

BR-101

O trecho Norte da rodovia federal, que há dez anos é administrada pela concessionária Arteris Litoral Sul, não tem grandes problemas de asfaltamento ou sinalização. O ponto crítico é o alto número de veículos, o que pode causar lentidão em alguns horários (confira tabela de horários de maior movimento). Segundo a concessionária, entre as melhorias na BR-101 está a implantação de iluminação em LED na rodovia, nos acessos e nas marginais.

BR-280

A rodovia não apresenta graves problemas no asfalto ou na sinalização. O que causa transtorno no tráfego é o congestionamento. Há pontos de retenção onde há radares e travessias urbanas, principalmente nos 37 quilômetros entre Araquari e São Francisco do Sul. O encontro da rua Waldomiro José Borges com BR-280, no Itinga, é um dos locais de maior lentidão. O gargalo na BR-280 é antigo e causado pela falta de duplicação na rodovia, que dá acesso a São Francisco do Sul e Balneário Barra do Sul. Em 2019, a verba do Governo Federal destinada às obras de duplicação será de R$ 99,1 milhões — a proposta inicial era de R$ 95 milhões e o ideal mesmo era R$ 300 milhões. Com isso, os trabalhos na via devem continuar em ritmo lento.

Estrada Geral do Itapocu

A estrada liga as cidades do litoral, de Araquari a Barra Velha e São João do Itaperiú. O trecho entre Araquari e Barra do Sul está sendo pavimentado com recursos federais, em obras contratadas pelas prefeituras municipais de cada cidade: são 10,4 quilômetros com R$ 6,8 milhões de investimentos em Araquari e 7 quilômetros em Barra do Sul, com R$ 3,6 milhões disponibilizados pela União para as obras.

Ela é uma alternativa para não precisar usar a BR-280 e a 101 para ir de uma cidade a outra. A partir do km 74 da BR-101, em Araquari, a via já tem alguns quilômetros pavimentados, mas sem acostamento nem sinalização horizontal. Depois, há um grande trecho de terra, mas já terraplanados, e um trecho em que há cascalho. Após quatro quilômetros, começa o asfalto novamente, mas ainda sem sinalização horizontal. Há um trecho de mais dois quilômetros de estrada de chão e, então, já em Barra do Sul, a via volta a ter asfalto novamente.

SC-415 - Acesso a Barra do Sul

O asfalto apresenta muitos “remendos” e alguns buracos, mas poucos. O grande problema na via é que não há acostamento e pedestres e ciclistas dividem espaço com carros em alta velocidade.

SC-415 - Acesso a Itapoá

A rodovia apresenta remendos e buracos no asfalto. Como não é duplicada, neste período há formação de filas, como ocorreu ontem na pista que leva a Itapoá.

Confira os horários de maior movimento na BR-101 no verão:

Dia 28/12, das 5h às 21h

Dia 29/12, das 5h às 18h

Dia 1º/1, das 9h às 22h

Dia 2/1, da zero hora à meia-noite.

Finais de Semana até o Carnaval

Sextas-feiras, das 14h às 22h

Sábados, das 7h às 14h

Domingos, das 14h às 22h

Prepare-se para pegar a estrada:

- Saia com antecedência;

- Prefira os primeiros horários com luz de manhã, a partir das 6 horas;

- Consulte as condições das rodovias antes de sair pelos aplicativos no celular;

- Carregue água e alimentos no carro;

- Revise o veículo antes de pegar a estrada;

- Não tente recuperar tempo perdido em congestionamento acelerando demais quando a pista estiver livre;

- Viaje sempre descansado;

- Não consuma álcool, drogas ou medicamentos que afetam o cognitivo ao dirigir;

- Não utilize o celular enquanto dirige.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua José Gonçalves, 333 - Lucena - Itaiópolis - Santa Catarina - 89340-000 - 89340-000 - Fone/Fax: 3652.2279 - E-mail: comercial@cidade1380.am.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.