Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
Arábia Saudita suspende compra de frango brasileiro e afeta unidade da JBS de Itaiópolis SC
Geral | 23/01/2019 08:59 | Papanduva noticias | Fotos:

Maior compradora do frango brasileiro no exterior, a Arábia Saudita barrou a importação de cinco frigoríficos no país. Segundo informação da Associação Catarinense de Avicultura (Acav), são indústrias que exportam frango griller, uma ave de pequeno porte, com menos de um quilo.

Duas plantas fabris de Santa Catarina estão entre as que foram barradas. A Acav confirmou que uma delas fica em Itaiópolis, e pertence à JBS. Ainda não há confirmação sobre a segunda indústria.

Em um comunicado oficial, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) afirma que causa da suspensão são “critérios técnicos”, e informou que há planos de ação corretiva em implementação para retomar as exportações.

Jorge de Lima, executivo da Acav, disse que não se trata de um embargo. Em meio ao impasse que envolveu as exportações após o escândalo da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, a Arábia Saudita não concluiu no ano passado a certificação de todas as indústrias das quais compra aves.

_ Em decorrência disso, algumas indústrias deixaram de renovar o certificado. É muito diferente de um embargo _ avalia.

Não se descartam, no entanto, as questões de proteção de mercado. A Arábia Saudita estaria tentando reduzir a quantidade de importações.

Nos bastidores, fala-se que a suspensão seria uma resposta do país à intenção do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de transferir a embaixada brasileira de Israel para Jerusalém. A Acav e a ABPA negam que o motivo seja esse.

_ Não há relação nenhuma, posso afirmar com certeza. A fala dele é deste ano, e o processo de certificação é do ano passado _ diz Lima.

A Acav espera ter nesta quarta-feira uma noção mais exata sobre as plantas fabris atingidas em SC, e sobre o prejuízo que isso poderá representar ao Estado_ inclusive para os portos. Uma reunião está marcada para o fim da manhã, na sede da ABPA em São Paulo.

Movimentação nos portos

O frango exportado para a Arábia Saudita é halal, ou seja, segue os princípios do Islã para o abate e a produção. Os frigoríficos que enviam proteína animal para o país precisaram se adaptar às exigências.

O Brasil é hoje o maior exportador de frango halal do mundo. Somente para a Arábia Saudita, foram 486 mil toneladas no ano passado.

A exportação de frango representou, em 2018, 28% da movimentação do Complexo Portuário que inclui os portos de Itajaí e Navegantes. O volume de aves exportado corresponde a US$ 229 milhões.

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua José Gonçalves, 333 - Lucena - Itaiópolis - Santa Catarina - 89340-000 - 89340-000 - Fone/Fax: 3652.2279 - E-mail: comercial@cidade1380.am.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.