Escolha sua rádio favorita
Rádio on-line!
Polícia Militar fecha rinha de galo, prende 64 pessoas e mais de 50 aves são apreendidas em condições de maus tratos
Policial | 30/09/2019 11:03 | sbsonline | Fotos: da redao

Durante a semana a Polícia Militar recebeu informações de que na localidade de Rio Antinha, São Bento do Sul, estavam sendo realizados eventos de rinha de galo em uma propriedade rural e que contava com a participação de pessoas de diversas cidades da região e de outros estados. No imóvel, situado em local bastante isolado e ermo, existia um galpão com a concentração de um grande número de veículos e de pessoas.

A Polícia Militar diligenciou até o local para entender como estava ocorrendo a dinâmica da organização do evento e a realizar o plano de atuação policial embasado a partir dessas informações.

Aproximadamente 30 (trinta) veículos estavam estacionados no local e era possível escutar a vibração dos participantes (apostadores e frequentadores) e de sons dos animais agonizando durante a disputa que estava ocorrendo no interior do galpão.

Confirmando a situação denunciada foi montada uma operação policial que foi deflagrada no início da noite do dia 28 (sábado). Durante a abordagem policial algumas pessoas tentaram se evadir do local e foram contidas, submetidas a busca pessoal e a posterior identificação.

A organização do evento e o Galpão onde ocorria a rinha de galo eram bem estruturados, demonstrando que o evento era realizado com constância e frequentado por grande número de participantes. O local continha duas arenas, inclusive uma com arquibancada e banco para plateia, placar, cronômetro, tabela, algumas bancas de aposta, equipamentos para bico e esporas, orientações de proibição de fotos e filmagem no ambiente, cadeiras numeradas com os principais proprietários das aves utilizadas nas rinhas, remédios e material de uso veterinário para sutura, roupas, gaiolas e cadernetas de anotações de aposta.

Foram localizadas 50 aves, sendo que uma estava em óbito dentro de uma gaiola depois de uma luta na rinha, demonstrando a condição de maus trato, exaustão e de condições deploráveis, e outros animais bem machucados e sangrando. Fatos estes que acentua ainda mais a reprovabilidade da conduta dos organizadores do evento e de seus frequentadores.

Ainda, na propriedade 68 pessoas foram identificas, sendo dada voz de prisão para 64 delas, posteriormente ofertado o benefício previsto na lei 9099/95, e após aceito assinaram Termo Circunstanciado e responderão pelo crime de maus tratos de animais.

A Atuação contou com a participação da Polícia Militar Ambiental que procedeu com a apreensão de 02 aves silvestres, a notificação dos proprietários das aves e do proprietário do imóvel e do embargado do estabelecimento utilizado para a prática do ilícito.

FOTOS

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
 
Publicidade
Rua José Gonçalves, 333 - Lucena - Itaiópolis - Santa Catarina - 89340-000 - 89340-000 - Fone/Fax: 3652.2279 - E-mail: comercial@cidade1380.am.br
Rádio 107.9 FM, Todos os Direitos Reservados.